Bem-Estar

Entenda como é a recuperação rápida para próteses de silicone.

Entenda como é a recuperação rápida para próteses de silicone.

Colocar um silicone pode ser um procedimento de mudança de vida para muitas mulheres. A maioria busca por este tipo de cirurgia, chamado de mamoplastia, para aumentar a autoestima e autoconfiança. É comum, no entanto, pacientes se preocuparem com o período de recuperação após o procedimento.

É verdade que a expectativa de passar por semanas de recuperação muitas vezes é vista como um obstáculo para as pacientes, especialmente aquelas que levam vidas ocupadas e ativas. Mas a mamoplastia evoluiu muito para tornar esse período pós-cirúrgico menos complicado, mais rápido e previsível.

Neste artigo falaremos mais sobre esses avanços na recuperação de pacientes que colocaram próteses de silicone.

O que é a Técnica de Recuperação Rápida?

Introduzida na década de 1960 por Frank Gerow e Thomas Cronin, a cirurgia de mamoplastia para aumento das mamas tornou-se um dos procedimentos mais populares entre as mulheres. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o Brasil é o país com o maior número de realizações de cirurgias plásticas no mundo, sendo a de aumento de mama a mais procurada.

O cirurgião plástico americano Dr. John Tebbetts é considerado um dos profissionais que redefiniu a experiência de aumento de mama tanto para pacientes quanto para cirurgiões em todo o mundo. Ele desenvolveu avanços técnicos na mamoplastia, incluindo em sua recuperação. Suas publicações permitiram inclusive que o pós-operatório fosse mais seguro e previsível.

Para permitir a paciente voltar às atividades cotidianas em 24 horas, outras técnicas são associadas, como a anestesia antes de qualquer corte, a técnica de cauterização usada para criar a bolsa do implante e, não menos importante, a implantação da prótese atrás do músculo. Esta última com efeitos positivos a longo prazo.

"No método tradicional, a prótese é colocada em cima do músculo e há uma perda de resultado a médio e longo prazo, já que a prótese pode descer. Com a nova técnica, a prótese fica sempre para cima", explica o cirurgião plástico Dr. Auro de Andrade Filho (CRM 144-607 | RGE 64332).

Dr. Auro Andrade Filho, cirurgião que tem exclusividade no método R24R na região de São Carlos.
Dr. Auro Andrade Filho, cirurgião que tem exclusividade no método R24R na região de São Carlos.

Esta técnica usa a chamada sedação consciente — uma anestesia mais suave — que elimina alguns dos efeitos colaterais experimentados após uma cirurgia com anestesia geral.

Após a cirurgia, as pacientes já iniciam um protocolo de fisioterapia para reduzir a rigidez, o inchaço e a formação de coágulos sanguíneos. Segundo o cirurgião plástico Dr. Daniel Kiyomura (CRM 140-968 | RQE 35470), "os cuidados no intra operatório são seguidos de um alongamento da musculatura peitoral para reduzir a dor e permitir o retorno rápido às atividades diárias".

Este método pode ser utilizado em todos os casos de cirurgias com introdução de prótese mamária e, se feito corretamente, a paciente sente dor mínima, menos sangramento e menos inflamação. É por isso que uma recuperação mais rápida é possível.

Com base em um artigo do Dr. Tebbets, a Técnica de Recuperação Rápida alcança um retorno previsível de 24 horas às atividades normais para 90% dos pacientes. As excessões são ginástica, aeróbica, esportes de contato e levantamento de objetos pesados.

É importante frisar, no entanto, que como qualquer outra cirurgia o tempo de recuperação pode variar de acordo com o paciente. Alguns se recuperam mais rápido do que outros. O não cumprimento das instruções também pode prolongar o processo de recuperação. Já queixas de falta de ar, dores no peito ou batimentos cardíacos anormais, devem ser imediatamente relatadas ao médico e investigadas.

As diferenças entre uma mamoplastia tradicional e aquela com protocolo de recuperação rápida

Os 3 principais fatores que diferenciam a Recuperação Rápida são a técnica cirúrgica, o método anestésico e os protocolos de cuidados pós-operatórios.

Algumas das vantagens da cirurgia com a técnica de recuperação rápida comparadas ao método tradicional podem ser vistos na tabela abaixo:

Técnica de recuperação Tradicional

Técnica de Recuperação Rápida

Até 30 dias para voltar às atividades de rotina.

Retorno à rotina em 24 horas.

Relato de dores são mais comuns.

Dores leves, segundo pacientes e cirurgiões.

Prescrição de medicamentos fortes para controlar o desconforto.

Analgésicos para o leve desconforto.

Indicado não mover os braços por até 30 dias.

Levantar os braços antes de sair do hospital faz parte da recuperação.

Não pode dirigir por até 30 dias.

Na maioria dos casos, paciente é liberada para dirigir em 24 horas.

Exercícios físicos desaconselhados por até 8 semanas.

Em 15 dias exercícios físicos moderados já são permitidos.

Drenos são necessários nas primeiras 48 horas.

Raramente são usados drenos.

O formato dos seios pode mudar a longo prazo.

O resultado permanece consistente com o passar dos anos.

A cirurgia tradicional usa métodos mais invasivos. Normalmente as próteses são colocadas acima do músculo — até para evitar agravamento das dores que o procedimento mais antigo provoca. Mas próteses acima do músculo tendem a descer e perder o formato original a longo prazo. No método para recuperação rápida, elas são colocadas abaixo do músculo e, por isso, mantém a sua forma e posição, mesmo anos após a mamoplastia.

"A estabilidade de resultado é uma grande vantagem", diz o cirurgião Dr. Márcio Ferreira (CRM 66-083 | RQE 14420). "A prótese permanece no lugar e não apresenta a queda que, em alguns casos, ocorre ao longo dos anos", completa.

Dr. Márcio Ferreira, cirurgião plástico com extensa experiência em mamoplastia.
Dr. Márcio Ferreira, cirurgião plástico com extensa experiência em mamoplastia.

A recuperação de uma cirurgia tradicional pode ser mais dolorosa e certamente é mais lenta. A paciente não pode fazer movimentos com os braços num ângulo maior que 90º por aproximadamente 15 dias. Já com o protocolo de recuperação rápida a paciente já pode — e até deve — movimentar os braços ainda no apartamento do hospital. Em 24 horas já pode voltar para suas atividades de rotina. Em 15 dias, a praticar exercícios físicos moderados.

O custo de uma cirurgia com protocolo de recuperação rápida pode ser mais alto se comparado a uma cirurgia tradicional. A diferença de valores acontece por se tratar de um procedimento com maior valor agregado, utilizando técnicas e materiais mais modernos (grip-plane, dual-plane e sutiã interno). O custo-benefício está no período menor e mais previsível de recuperação, além do consistência estética do implante de silicone por muitos anos.

Cuidados pré-cirúrgicos

O cirurgião plástico Dr. Daniel Kiyomura e equipe durante cirurgia no Norden Hospital em São Carlos

Os exames realizados antes da cirurgia são os mesmos da cirurgia tradicional: hemograma, coagulograma, glicemia em jejum, dosagem de ureia e creatinina e dosagem de anticorpos. Além desses exames de sangue é necessário também um eletrocardiograma juntamente com um laudo do cardiologista indicando que a paciente está apta a passar por uma cirurgia.

Muitos médicos não operam se o IMC (Índice de Massa Corporal) do paciente estiver acima de 27, pois pode comprometer o resultado do procedimento. Nesses casos é recomendado antes um acompanhamento nutricional para depois liberar a cirurgia.

É feito também um processo de educação à paciente: como parte mais do que interessada, ela precisa conhecer e entender o método cirúrgico e as vantagens de uma recuperação rápida. Além de aumentar a confiança nos profissionais escolhidos — um fator importante para melhorar a experiência — torna a paciente em mais um membro do time que irá trabalhar junto para o sucesso da cirurgia.

O tamanho da prótese também é definido pelo médico, através das medidas do tórax e tecidos mamários. Devido à prótese ser colocada atrás da musculatura, o espaço é um pouco menor, mas garante um resultado estável e esteticamente consistente a longo prazo.

Cuidados pós-cirúrgicos

Após a cirurgia há uma redução na medicação da paciente para que ela se sinta preparada para os próximos passos.

Não é feita a ingestão de medicamentos narcóticos para dor, pois eles causam sonolência. Apenas um anti-inflamatório é o suficiente para controlar desconfortos e inchaços que podem ocorrer após a cirurgia.

Ainda no hospital é iniciado movimento torácicos e dos braços, para relaxar a musculatura. Banhos já são liberados na mesma noite após a cirurgia. Dirigir e voltar ao trabalho, no dia seguinte. Assim como pegar peso de até 15kg. As mães de filhos pequenos, por exemplo, podem lhes oferecer o colo normalmente, desde que estejam abaixo do peso indicado.

"Hoje não indico mais o protocolo de recuperação tradicional e a cirurgia com próteses acima do músculo", diz o Dr. Auro de Andrade Filho. "A paciente procura a recuperação rápida e o cirurgião olha também a melhor experiência e resultado. Essa é a grande questão", completa Andrade, que tem exclusividade sobre o método R24R na região de São Carlos.

Para saber mais

O método de recuperação rápida para mamoplastia é atraente para muitas mulheres que sonham em colocar silicone. A recuperação é mais tranquila e rápida.

Após conhecer as diferenças entre os protocolos, é muito importante escolher um cirurgião plástico de confiança para que os resultados esperados sejam conquistados da melhor forma.

Além disso, conheça bem como funciona o passo a passo de uma cirurgia. Seguir atenta e disciplinadamente as recomendações do pré, intra e pós-cirúrgico é essencial para conquistar uma experiência tranquila e segura.

Quer conhecer mais as acomodações e o Centro Cirúrgico do Norden Hospital? Entre em contato com o atendimento pelo WhatsApp ou email.

Leia Mais